Parque Tecnológico da UFRJ tem novo diretor

Parque Tecnológico da UFRJ tem novo diretor

16/11/2015

José Carlos Pinto_siteApós 20 anos à frente do Parque e da Incubadora de Empresas da Coppe/UFRJ, Mauricio Guedes deixa o cargo na Universidade Federal do Rio de Janeiro. O professor da Coppe José Carlos Pinto assume a Diretoria Executiva com a missão de dar continuidade, ampliar e diversificar este ambiente de inovação e empreendedorismo.

O professor José Carlos Pinto toma posse hoje, dia 16 de novembro de 2015, como diretor executivo do Parque Tecnológico da UFRJ. José Carlos sucede Mauricio Guedes, que irá se aposentar e foi fundador e idealizador deste espaço que, atualmente, transforma em bens reais para a sociedade as inovações produzidas nos laboratórios da Universidade. José Carlos Pinto, a partir desta data, terá a missão de conduzir o relacionamento entre as 46 empresas instaladas no Parque, a Universidade e demais agentes promotores de inovação e empreendedorismo, além de atrair novos atores de diferentes áreas para o ambiente.

Mestre (1987) e doutor (1991) em Engenharia Química pela Coppe/UFRJ, José Carlos Pinto é professor titular da UFRJ, onde ingressou como docente no Programa de Engenharia Química da Coppe, em 1992. Fez pós-doutorado, em 2000, na área de reatores químicos. José Carlos Pinto foi diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Coppe, de 2013 a 2015, e diretor executivo da Fundação Coppetec, instituição sem fins lucrativos, responsável pelos contratos entre empresas e universidade, de 2011 a 2015. Desde setembro de 2015 ocupava a Diretoria de Assuntos Acadêmicos da Coppe, cargo que deixa para assumir a Diretoria Executiva do Parque Tecnológico.

As empresas residentes no Parque Tecnológico da UFRJ firmaram, até hoje, 315 contratos com laboratórios, unidades e docentes da Universidade. Foram investidos R$ 120 milhões nestas parcerias. Desde sua inauguração, mais de 2 mil pessoas já foram empregadas nas instituições do Parque. Em média, deste total, 30% são mestres e/ou doutores. As grandes empresas já instaladas no Parque investiram mais de R$ 900 milhões na construção, criação e operação de seus centros de pesquisa e desenvolvimento.

EMPRESAS DE GRANDE PORTE ATUALMENTE INSTALADAS: Baker Hughes, Schlumberger, Tenaris, Halliburton, Vallourec, Siemens, EMC², FMC e GE.

EM CONSTRUÇÃO: L´Oréal, BG e Ambev.