Empresas residentes são aprovadas na primeira etapa da chamada Inovação para a Indústria – Ternium

Empresas residentes são aprovadas na primeira etapa da chamada Inovação para a Indústria – Ternium

07/05/2019

As empresas residentes GT2 Tecnologia e Optimatech foram aprovadas na primeira etapa da chamada Inovação para a Indústria – Ternium, que tem como objetivo selecionar empresas que estejam desenvolvendo soluções inovadoras que possam ser alavancadas pela Ternium em conjunto com os Institutos SENAI de Inovação e com o apoio do SEBRAE. Os temas escolhidos para o desafio foram eficiência operacional, mobilidade com segurança e sustentabilidade. Os projetos selecionados ao final do desafio serão analisados caso a caso e a depender dos desafios tecnológicos outros institutos da rede SENAI poderão integrar o desenvolvimento.

A Ternium é uma empresa líder na América Latina que produz e processa uma ampla gama de produtos de aço, com a mais alta tecnologia. A empresa abastece clientes de diversas indústrias: automotiva, construção, metalmecânica, linha branca, embalagens, energia e transporte. A Ternium e suas subsidiárias contam com 17 centros de produção na Argentina, Brasil, Colômbia, Estados Unidos, Guatemala e México.

A GT2 Tecnologia atua em diversos segmentos do setor setor energético, incluindo geração e distribuição de energia elétrica, sistemas de apoio para produção de petróleo e gás natural, refino e uso final de combustíveis de apoio para produção de petróleo e gás natural, refino e uso final de combustíveis fósseis e renováveis. A empresa é responsável pelo desenvolvimento de um robô de inspeção para filmar, fotografar e descrever falhas com detalhamento e localização das mesmas. O equipamento é o único no país, com capacidade para passar por superfícies complexas e obstáculos. Recentemente a empresa desenvolveu também um simulador que tem como objetivo o treinamento de operadores de Usina. O projeto que já está sendo colocado em prática com uma Companhia Siderúrgica, envolve melhoria de eficiência energética e produção de combustível, redução de emissões prejudiciais ao meio ambiente e treinamento de pessoal para eficiência do processo. Atualmente a GT2 Energia é a única empresa a desenvolver a tecnologia no Brasil.

Com foco no avanço da indústria 4.0, a OptimaTech desenvolve soluções tecnológicas que promovem um aumento de desempenho dos processos químicos em diversos setores das indústrias, oferecendo tecnologia para análise de dados de processo. As ferramentas computacionais desenvolvidas pela empresa servem para que as companhias do setor industrial aproveitem ao máximo as medições de processo para alcançar uma produção mais enxuta (lean). A startup desenvolveu soluções tecnológicas para processos industriais a partir da geração de simulações virtuais muito próximas as situações reais e, assim, oferece tecnologias mais avançadas, auxiliando as atividades de operação e manutenção. Entre os benefícios estão o aumento da margem de lucro, o melhor gerenciamento da produção industrial, a diminuição da quantidade e do impacto de falhas nos processos, o aumento da qualidade dos produtos, o aumento da segurança das operações, a identificação instantânea de quedas de desempenho na produção, a diminuição do tempo ocioso dos equipamentos do processo industrial, entre outros